Matérias



<< Voltar

   
Imagem da Internet                    

ADOÇÃO: FAÇA PARTE DESSA HISTÓRIA


Um casal de amigos adotou três crianças, bem cuidadas, muito amadas, saudáveis, inteligentes, carinhosas. Brinquedos pela casa e algazarra infantil mostram que estão felizes. Como é ADOTAR? Pergunto curiosa.

Tudo aconteceu fortuitamente. Nada premeditado.

Perdemos nossa primeira filha no sétimo mês de gestação, subitamente, por uma hemorragia intraplacentária e sofremos muito. Sobrevivemos.

Quase quatro meses depois, fomos procurados por um casal que nos deu uma de suas filhas. Iniciamos o processo de guarda e adoção, recebemos a visita do assistente social, porém, antes que o processo tivesse terminado, nós a perdemos, com dois ano e três meses. Sofremos muito mais. Sobrevivemos.

Aprendemos pela convivência e pela dor, que os filhos que criamos são muito preciosos, muito amados, sejam eles biológicos ou adotados.

Quase dois anos após a perda de nossa segunda filha, fomos procurados por uma mulher que desejava disponibilizar para adoção um bebê, ainda na barriga, mais ou menos com sete meses. Fomos ao fórum, recebemos orientação do serviço social, iniciamos os procedimentos legais. Quando ela nasceu, veio direto do hospital para nossa casa. Tivemos a guarda provisória e, no dia em que ela completou dois anos, foi registrada no cartório, como filha, após to o procedimento legal.

        Um ano e meio depois, o conselho tutelar nos procurou e nos solicitou que aceitássemos uma criança que já havia sido doada e devolvida. Concordamos e iniciamos o pedido de guarda e adoção, que três anos depois, foi efetivado.

        Mais um ano se passou e nosso terceiro filho chegou, doado. Novamente ao fórum, pedido de guarda e adoção, que foi deferido neste ano.

        Temos três filhos, que conhecemos “por acaso” e adotamos por opção, aos quais amamos muito, a quem oferecemos o que temos de melhor: amor.

        Nossas famílias foram solidárias conosco e com eles: sempre recebemos apoio e nunca discriminação. Nós nos tornamos parte de uma grande família. Por força de convivência, construímos nosso amor recíproco, respeito, afinidades, que fortalecem os laços de cada dia.

        - Uma de nossas filhas uma vez perguntou se tinha nascido da minha barriga. Preferimos explicar, honestamente, que não era filha da barriga, mas do coração. Assim, não saberia por terceiros, não saberia tarde na vida. Se algum dia precisar de um tratamento especifico, um transplante, por exemplo, não seria tão difícil para eles e para nós. No futuro, poderão conviver com sua família biológica, se fizerem esta opção.

        Existem pessoas preconceituosas, que acham absurda a idéia de adotar: Como vocês tiveram coragem de adotar três filhos?

        Nossos filhos nos trouxeram amor e alegrias. Eles são nossos filhos: não são agregados, não são apêndices na nossa família. Pelo contrario, eles são nossa família.

        Se você já pensou em adotar uma criança, procure o Fórum para se cadastrar, seguir os trâmites legais, para aprender sobre a adoção, para se disponibilizar. Afinal, pais são aqueles que criam, educam, alimentam, amam, convivem. Aqueles que despendem energias, tempo, dinheiro, preocupações. Aqueles que se realizam vendo as crianças crescerem e se desenvolverem saudáveis, equilibradas e felizes.

        Estamos fazendo nossa história. Não estamos apenas participando da história. Estamos construindo nossa convivência, nosso relacionamento, nossa evolução natural. Nossas alegrias, no entanto superam a dor das nossas perdas.

Schirley Faria

(Relato de um casal de amigos, médico e pedagoga)

 

 

Inspiração

 “Foi-me confiado escrever, mas não sabia o que. Instigado em vários assuntos preferi me acalmar e esperar; em volta de mim mesmo encontrei auxílio no íntimo das idéias, é um benfeitor que o Senhor nos confiou, afinado com ele suprimo de pensamentos edificantes às tarefas que me foi incumbido realizar.
    Além das limitações da carne, existe um mundo espiritual que nos guia, alimenta e inspira, a lei de atração é exercida em qualquer âmbito, tanto material quanto espiritual, naquilo em que pensamos atraímos, é de vital importância que nos esforcemos a ter em mente idéias positivas elevando nossos pensamentos a causas nobres se quisermos ser felizes nas realizações.
      O mundo é uma inspiração de Deus, é nossa casa perfeita constituído com todos os atributos para vivermos bem e em paz, a natureza tem força suficiente que nos renova a alma, colocamo-nos ao trabalho afim de aprendizado no dia a dia, é uma inspiração para educarmos nosso convívio com o próximo, tratando-os com benevolência, aspirando vibrações positivas, com certeza somos a inspiração presente, e é por isso que a necessidade de sorrir é inevitável, é caridade aos que necessitam de uma boa energia.
           A arte em geral é um belo presente e exemplo de que nunca estamos sós, o artista no recôndito íntimo de sua alma, escreve, compõe, pinta, exerce diversos trabalhos que às vezes impressiona e encanta a humanidade pela sua complexidade e beleza, dependendo com que o artista esta afinado, tudo que é belo, bom e de boa fé é uma inspiração angelical, tudo que é torpe, maléfico e profano é de baixo teor intuitivo, ou seja de má influência vibracional.
            “A prece elevada a Deus feita com sinceridade é um bálsamo de alívio, até curas pode realizar, “Seja feita conforme sua fé”, “Tudo quanto pedirdes ao Pai, orando, será concedido”, - assim disse o Mestre Divino Jesus no evangelho, que é uma fonte de estudo para desenvolvermos o nosso Eu superior, a leitura vai conduzindo o desejo à pratica do bem, pois o Mestre Nazareno é um exemplo Universal em que devemos nos inspirar.
             Costumava orar à tarde mergulhado na fonte de luz do Pai, iluminava a si e aos seus, tanta bondade que emanava do Mestre que alguns privilegiados sentiam-se vir à tona o comprometimento com o bem a cumprir, assim se formam os apóstolos de Jesus, carregados de amor e paciência no coração, desfaziam de toda dormitária terrestre e já com a mente perfeita de luz, partiam em longas missões praticando a caridade, anunciando a boa nova que era a vida espiritual que nos convém viver!
Olhe bem, não estamos sós, alguém que te ama zela por ti, alguém que te quer muito bem olha seus sofrimentos, orando junto contigo nas horas cinzentas, e tenha certeza que será atendido, pois quando mais contrito, mais alto nossa oração alcançará e flores cairão, remoendo todo problema e angústia que te prendem nesse laço carnal.
“E quando for assim agradeça e dê glórias a Deus, a transformação do “ser” é contínuo aprendizado, em cada degrau da vida, com o zelo daqueles Anjos Trabalhadores do Evangelho de Cristo, abençoando-nos e guiando-nos, e o que mais você quer? Já sei, ter felicidade toda com você, então fica. Obrigado Senhor!
                                                                               

Gilberto Batista Chagas
                                                                                  O4/02/2010-16:30

                 <<< Voltar


Arinos Web -Copyright 2009 - Todos os direitos reservados